MESTRE DENDÊ

Lázaro Vieira dos Santos foi iniciado no mundo da capoeiragem em 1990, no Grupo Filhos da Senzala, em Vitória da Conquista, Bahia. Seu primeiro e único mestre é Arquimedes Gonçalves dos Santos, Mestre Betão.

QUEM É MESTRE DENDÊ

Atualmente, é dirigente e fundador do CETA CAPOEIRA, com experiência no ensino da capoeira em instituições importantes, dentre as quais destacamos: 1) a Pastoral do Menor – Lar Santa Catarina de Sena (Orfanato); 2) Projeto 2º Tempo; 3) Projeto Escola Mais. O Mestre Dendê também atuou como representante da capoeira no Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e é integrante-fundador do Conselho Municipal de Mestres de Capoeira

A árvore genealógica do Mestre Dendê é a seguinte: Mestre Bimba, Mestre Zoiáo, Mestre Antônio Acordeon e Mestre Betão. O Mestre Dendê já participou de diversos Encontros-Batizados, Cursos e Palestras etc., em Vitória da Conquista e em outras cidades da Bahia e do Brasil. 

Mestre Dendê e o Historiador Uelber Barbosa Silva   no Congresso de Reabilitação do Patrimônio na Universidade de Aveiro em Portugal

A capoeira, praticada em mais de 150 países de todos os continentes, é o maior e mais eficaz instrumento de divulgação da língua portuguesa no mundo, e está disseminada em todo o território nacional. Essa sua amplitude e importância são elementos que contribuíram para sua conversão em objeto de pesquisa acadêmica. Ela foi criminalizada e perseguida, mas resistiu e se reinventou através da força do berimbau - que na Bahia serviu de camuflagem. A capoeira foi retirada do código penal brasileiro e se tornou uma importante atração cultural, que movimentou a realidade baiana no século XX. Entretanto, precisou dar a volta ao mundo, encantando crianças, adultos e idosos com sua ginga, floreios e precisão técnica, para ser reconhecida pelo IPHAN, em 2008, e pela UNESCO, em 2014. O presente artigo pretende apresentar de forma resumida a história da capoeira, apresentando-a como síntese de tradições socioculturais africanas, reinventadas no Brasil, imbricada à vida política do país como símbolo da cultura urbana do século XIX, bem como compreender sua evolução no período compreendido entre as primeiras legislações proibicionistas e o seu reconhecimento enquanto patrimônio cultural imaterial da humanidade.

VISITE O SITE DA UNESCO

 CLIQUE AQUI PARA LER o trabalho apresentado pelos participantes brasileiros: MESTRE DENDÊ, UELBER BARBOSA E SILVA e MARIA RITA AMOROSO,  no CONGRESSO DE REABILITAÇÃO DO PATRIMÔNIO que aconteceu na Universidade de Aveiro em Portugal. 

CLIQUE AQUI PARA LER  o  trabalho CAPOEIRA: DANÇA DE NEGRO, CONTRAVENÇÃO PENAL, PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DA HUMANIDADE.

Mestre Dendê e o Historiador Uelber Barbosa Silva falam sobre a Capoeira no Congresso de Reabilitação do Patrimônio que aconteceu na Universidade de Aveiro em Portugal